Friday, June 19, 2009

O Milionário de Lisboa



Com este título editou agora José Norton a biografia ficcionada do Conde de Farrobo, figura ilustre do nosso século XIX, injustamente votada ao esquecimento: a capital, como escreve o autor, não tem sequer uma rua com o seu nome. 
Há já alguns anos que entre nós as ficções de inspiração histórica se tornaram frequentes: mas nem todas possuem a alta qualidade de um trabalho prévio de investigação, feita em arquivos, nem sempre de fácil acesso, como é agora o caso.
A extensa e útil bibliografia revela que a documentação estudada ajudou a dar corpo e substância a esta obra, em que José Norton não cedeu à facilidade de, a coberto do género ficção, ignorar a realidade histórica e social que a suporta. Fez assim uma verdadeira biografia, ainda que ficcionada, desta personagem singular cujo nome conhecemos talvez por causa dos jardins do Conde Farrobo, do Jardim Zoológico, mas pouco mais.
Cito a nota da capa:
" A vida luxuosa do homem mais rico de Portugal.Uma existência repleta de histórias de amor, beleza, ostentação, pequenos luxos, prazeres e traição. Um final inesperadamente dramático, ao estilo das melhores óperas do século XIX".
Deixo de imediato uma sugestão: que o José Norton escreva o guião para uma série televisiva, ou o libretto para uma ópera...neste momento em que à cultura e à arte tudo parece faltar .
Referi o cuidado da investigação, mas sublinho agora a qualidade da escrita: fluente, elegante, misteriosa quanto baste no desenho e desenrolar da intriga, e acima de tudo amiga do seu leitor. 
(ed. Dom Quixote/Leya, Lisboa, 2009)

2 comments:

Marta said...

Boa tarde Yvette Centeno.
Ocupo este espaço para lhe dar a conhecer a www.bubok.pt, um serviço de auto-publicação online e gratuito que dá a qualquer autor a possibilidade de editar e publicar as suas obras. O processo é muito simples e o controlo está sempre nas mãos de quem publica.

Em www.bubok.pt encontra todas as ferramentas e serviços que necessita para publicar e vender as suas obras, em formato electrónico ou em papel. Porque a Bubok tem preocupações com o ambiente, o seu serviço de publicação funciona segundo sistema Print-on-Demand: só se imprimem os livros encomendados, não sendo necessário um número mínimo para o fazer e sem originar excedentes.

A nossa prioridade é o autor. Em www.bubok.pt é você quem define o processo editorial da obra e, para além de publicar as suas ideias facilmente, recebe 80% dos lucros das vendas.

O seu livro está nas suas mãos. No entanto, se precisar de algum esclarecimento, não hesite em contactar-me: marta.furtado@bubok.com

Yvette Centeno said...

Marta, obrigada pela informação!