Wednesday, October 08, 2008

Erdnah /Perto da Terra



Lançado agora em Leipzig pela Erata, bilingue, de bolso, para ir mais depressa de mão em mão, podendo ser lido em qualquer lado, no metro, em casa, no jardim, com as fotos do editor, que é também escritor e fotógrafo de arte.
Um livro à margem, com paisagens do corpo, paisagens da terra, paisagens da alma.
Em tradução e edição de amigos: assim, carinhosamente, circula melhor a poesia.

8 comments:

Conceição said...

Minha querida Yvette, tive agora um minuto aqui no trabalho e vim ver os seus blogues; sinto-me como se me tivessem dadoum prezente maravilhoso ( o estar consigo ) e eu ainda não o tivesse ido buscar. Irei em breve.
Beijos muitos grandes
Conceição

Henrique Chaudon said...

Amiga Yvette:
Parabéns pelo livro! A capa é belíssima, e nos convida a visitar o livro. São novos poemas ou é uma seleção de textos já publicados?
Grande abraço de seu leitor.

Yvette Centeno said...

Caro Henrique,
É a tradução alemã de Perto da Terra, livro publicado em 1984 e agora de novo dado a ler em edição bilingue, já que em Portugal não se fez reedição.
Aguardo que cheguem mais, para enviar aos amigos, perto do coração.

Átila Siqueira. said...

Que legal esse livro, adoro ficar sabendo dos novos lançamentos de livros. Passe depois lá no meu blog se tiver um tempo. Eu estou lançando o meu primeiro livro dentro de alguns dias, chama-se Vale dos Elfos, e talvez tu se interesses por ele.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

Átila Siqueira. said...

Ah, claro, parabéns pelo livro, agora que eu me toquei que esse é filho seu. Se tu quiseres eu posso colocar a capa dele lá no meu blog. Eu estou fazendo isso com os escritores, cujos os blogs eu costumo visitar. Se for de seu interesse me avise.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

observatory said...

tenho que o ver de perto.

boa figura ele tem nesta ediçao.

parecem-me alguns dos seus da atica

bem belos

saude

© Paulinho Assunção. All rights reserved. said...

Parabéns, cara Yvette. Sucesso é o que lhe desejo desde Belo Horizonte.

Francisco said...

Quero apenas agradecer-lhe... o seu livro já chegou ás minhas mãos, e é de facto magnífico...!Para ler e reler, sempre com o mesmo assombro da primeira vez... Abraço fraternal *fR